coronavírus se espalha rapidamente. porquê será que isso acontece?

O ano de 2020  não começou bem, estamos diante de uma doença letal de fácil transmissão, que já matou milhares de pessoas em vários países. O fato que assusta é a rapidez com que essa doença se espalha e pior ainda, não haver medicamentos para o combate. O governo tenta amenizar a situação temendo ocorrer pânico, dizendo que é um problema parecido com a gripe, mas será que é verdade?

Como sabemos, a doença começou na China e em pouco tempo se espalhou rapidamente para a Europa, entre os países mais afetados nessa região, temos a Itália em primeiro lugar, e outros nessa área. As primeiras ocorrências, não foram tratadas com seriedade, da mesma forma como aconteceu na China cujo médico que descobriu a doença acabou morrendo. O vírus se alastrou de forma exponencial na Itália e ceifou milhares de vidas rapidamente. Agora, chega ao Brasil oriundo da Itália. O que vemos é a mesma situação ocorrida na Itália, o governo e a mídia tenta abafar a gravidade da doença, temendo acontecer pânico, isolamento, quarentena e em consequência, prejuízo financeiro para o país.

Tivemos o primeiro paciente com coronavírus no Brasil em fevereiro desse ano, na verdade era apenas suspeita, mas em pouco tempo se tornou caso comprovado. Hoje já são setenta e nove casos confirmados. Diante desse quadro dar para perceber que o coronavírus é transmitido com muita facilidade, talvez não apenas por espirros no ar, ou por toque pessoal. Na verdade, COMO NÃO SE SABE EXATAMENTE COMO ELE SE TRANSMITE, PODEMOS DEDUZIR QUE ESTAMOS SUJEITOS A CONTRAIR ESSE VÍRUS MESMO TOMANDO AS MEDIDAS DE SEGURANÇA CONHECIDAS, JÁ QUE NESSE CASO, O VÍRUS SE MANTÉM ATUANTE EM QUALQUER LUGAR OU EM QUALQUER OBJETO TOCADO POR ALGUÉM QUE ESTEJA CONTAGIADO.

Imagine um VÍRUS PERMANECENDO ATIVO, POR TEMPO INDETERMINADO, EM QUALQUER LOCAL, E A POPULAÇÃO SENDO CONTAMINADA APENAS POR PASSAR A MÃO NESSA ÁREA. Isso poderia significar uma ameaça devastadora contagiando dezenas de pessoas por minutos de forma exponencial. Isso talvez seja a resposta desse alarmante contágio jamais visto no planeta, a explicação dessa proliferação rápida e fatal intercontinental.

Com certeza não se trata de uma doença similar a gripe, o governo deveria dar mais valor a vida humana e não apenas pensar na questão financeira, quem faz o país é a nação. É preciso medidas duras e urgentes no sentido de reduzir ou até parar a multiplicação dessa doença. Isso implica em isolamento, quarentena para os contagiados, construção de hospital exclusivo para o tratamento dos pacientes contaminados, obrigação de transitar com acessórios de proteção, e cancelamento total e temporários de viagens ao exterior seja de saída ou entrada.

Eu acredito que o coronavírus no Brasil poderá ser devastador. Como se sabe o Brasil é frouxo em questão de disciplina e o povo brasileiro debochado por natureza, leva tudo na brincadeira, são rebeldes e dificilmente acatam condutas de campanhas oriundas do governo. Hipoteticamente, continuariam a curtir suas noitadas, bailes, barzinhos, etc. Existiria ainda o fato do Brasil ser um país predominantemente religioso, cujo fiéis continuariam frequentando suas respectivas igrejas e eventos, ou até evitando medidas de segurança, em função de sua fé.  

Vamos torcer para que algum cientista brilhante em qualquer parte do mundo, consiga descobrir em tempo recorde, uma vacina eficaz para evitar o vírus e um medicamento para curar os infectados. Enquanto isso não acontece vamos levar a coisa a sério, evitando aglomeração, grupos, contato com desconhecido, abraços, beijos, aperto de mãos, etc.

O coronavírus não é similar a gripe é grave, letal e mata mesmo!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *