IDOSOS EM CASA E O RESTO AO TRABALHO, SIMPLES ASSIM, NEM TANTO.

As pessoas com menos de 60 anos iriam para a rua trabalhar e se contaminariam umas as outras sem saber. Voltariam para casa e não poderiam ficar perto dos pais avós e outras pessoas do grupo de risco, pois mesmo sem sintomas haveria o risco de contaminar os idosos de casa, então teria que haver isolamento dentro do grupo familiar, com certeza haveria falha nesse isolamento e logo dezenas de idosos estariam doentes.

Como o Coronavírus se manifesta no prazo de até 14 dias milhares de pessoas começariam a sofrer as consequências da doença no fim desse período, então mesmo sem correr risco de morte teriam que se tratar em algum hospital ou clinica, ou seja, deixaria de trabalhar no mínimo 20 dias ou mais, recebendo seu salário sem trabalhar, e ocuparia um leito impedindo que pessoas com outros tipos de doenças se tratassem.

Em pouco tempo, como a doença se transmite facilmente, logo teríamos milhares ou milhões de leitos ocupados Brasil afora e milhares de trabalhadores sem produzir, e com as empresas pagando seus salários sem produção, pois como se sabe, até 15 dias em tratamento de saúde, quem paga a conta é o empregador. Ou seja, as empresas não teriam como dispor de seus funcionários de forma segura, pois com o vírus circulando, haveria sempre dezenas ou centenas de colaboradores infectados, doentes se tratando. Logo as empresas quebrariam.

O sistema de saúde com certeza, entraria em colapso pois não teria como atender a demanda de tantos trabalhadores doentes, não haveria leitos nem recursos para isso. Com o sistema de saúde em colapso, outras pessoas com outros tipos de doenças, ficariam sem atendimento e muitos pacientes com problemas cardiovascular, pressão alta, câncer, etc não teriam atendimentos adequados e poderiam vir a óbitos.

Evidente que não existe outra forma de resolver o problema do Coronavírus sem que haja isolamento. É preciso entender que o vírus está nas ruas, assentados em superfícies, objetos, nos produtos dos mercados, etc. e não apenas nas pessoas. Não existe ser humano imune, todos se tornam hospedeiros, mesmo que alguns não morram como é o caso de pessoas mais jovens. Entretanto, mesmo sem risco de morte milhares contaminados ocupariam camas hospitalares e deixariam de trabalhar.

O isolamento impede que as pessoas se contaminem, pois como se sabe, o tempo de atividade do coronavírus, fora do corpo humano é de no máximo 3 dias e sem hospedeiros, logo o vírus morreria e se tornaria inativado. Hipoteticamente seria como uma tempestade com tornados e furacões ocorrendo no planeta. Se as pessoas corressem para um abrigo e lá ficassem, logo a tempestade cessaria e todos poderiam voltar para os seus afazeres habituais.

Não se deve pensar em isolamento por tempo indeterminado, o prazo que os especialistas determinam é entre 15 e 30 dias, tempo suficiente para que os vírus sejam inativados por falta de hospedeiros e assim deixem de se multiplicar. O isolamento é a única maneira de combater esse terrível vírus, não é atoa, que todos os países do mundo estão aplicando.

O Governo Federal tem obrigação de prover as necessidades das pessoas enquanto ocorrer o isolamento. Criar um benefício provisório de um salário mínimo para cada trabalhador, cada cidadão que comprovar ter um negócio autônomo, não importa de que tipo seja. O Real não é ouro é um papel impresso e fabricado pelo governo Federal, é uma coisa nossa e pode ser manipulado a hora que a gente desejar. Evidente que existem regras para a emissão de dinheiro, mas em um momento desse de emergência mundial, e necessário criar uma exceção para socorrer o povo em calamidade pública.

O que não pode acontecer é mandar o povo pra “linha de tiro” deixar os idosos e as pessoas do grupo de risco morrerem e permitir que o Brasil venha a ter, milhares de mortos e milhões de infectados. Não dar pra cair nesse papo que o Coronavírus é um simples resfriado. Uma pessoa, mesmo pouco inteligente sabe muito bem que nenhum tipo de resfriado, impede a realização de uma Olimpíada, Fecha todos os Estádios de Futebol, (paixão mundial), cancela a Fórmula 1, Fecha estúdios de gravação, Fecha a Disneylândia, seus parques e Cruzeiros que fatura 60 bilhões de dólares. Caiam na real o Coronavírus é algo muito sério e perigoso e não adianta tentar “tapar o Sol com a peneira.”

TUDO PODE SER RECUPERADO DEPOIS DE QUALQUER CATÁSTROFE, MAS A VIDA NÃO.1 comentário

CORONAVÍRUS PODE CAUSAR UMA CATÁSTROFE?

O coronavírus não pode ser comparado com outras doenças já conhecidas e que também matam. isso porque todas essas doenças já possuem vacinas e medicamentos para sua cura. O novo coronavírus um vírus mutante, ou seja, um vírus que já existia mas que metamorfoseou, isso significa que ninguém sabe como atua exatamente, como se transmite e quais todas as consequências que pode causar no organismo humano. O que se sabe, especificamente sobre esse novo vírus, foi coletado na China mas não é tudo, tem muito coisa para desvendar.

Vale ressaltar que é perigoso porque além de bloquear a respiração causa inatividade dos rins, ou seja, a pessoa pode ficar precisando renovar o sangue por hemodiálise o resto da vida. Mas o mais grave é a forma rápida do contágio, que pode ser por várias formas: espirros, objetos, abraço, beijos, etc ou seja, as coisas que a sociedade faz no dia-a-dia. Os cientistas ainda não sabe se o vírus pode atacar duas ou mais vezes o paciente infectado, também não sabe quanto tempo dura fora do corpo humano, em objetos por exemplo.

isso significa, hipoteticamente, que se ele durar muito tempo nos objetos, qualquer pessoa está sujeito a ser infectado diariamente por um único vírus, mesmo sem contato com doentes, simplesmente por ter tocado no objeto contaminado, isso é uma ameaça muito grave e devastadora. O coronavírus não tem ainda nenhum remédio para sua cura e não tem vacina. ou seja, quem pegar depende apenas da defesa imunológica do seu corpo, se a defesa não tiver legal e falhar, o vírus domina e o paciente morre.

Imagine milhões de pessoas contaminadas, sem poder trabalhar, isso acarretaria um colapso mundial terrível, sem transportes, sem mercados, sem internet, sem televisão, sem rádios, sem energia elétrica, sem alimentos, sem médicos, enfim o mundo poderia ficar parado, pessoas morreriam de fome, de frio, de sede. É preciso ter noção da gravidade dessa doença para tomar as medidas necessárias e evitar a proliferação.

É bom lembrar que tudo que temos em nossa casa, seja alimentos, ou bens, existem porque alguém trabalhou para isso, nas indústrias, nas lojas, na roça, enfim, se essas pessoas ficarem doentes e não puderem trabalhar, seremos afetados. Vai faltar comida, energia, água, etc. É uma visão pessimista mas é algo possível de acontecer caso esse vírus continue se alastrando e matando como está acontecendo.

https://www.dicabairro.com.br

coronavírus se espalha rapidamente. porquê será que isso acontece?

O ano de 2020  não começou bem, estamos diante de uma doença letal de fácil transmissão, que já matou milhares de pessoas em vários países. O fato que assusta é a rapidez com que essa doença se espalha e pior ainda, não haver medicamentos para o combate. O governo tenta amenizar a situação temendo ocorrer pânico, dizendo que é um problema parecido com a gripe, mas será que é verdade?

Como sabemos, a doença começou na China e em pouco tempo se espalhou rapidamente para a Europa, entre os países mais afetados nessa região, temos a Itália em primeiro lugar, e outros nessa área. As primeiras ocorrências, não foram tratadas com seriedade, da mesma forma como aconteceu na China cujo médico que descobriu a doença acabou morrendo. O vírus se alastrou de forma exponencial na Itália e ceifou milhares de vidas rapidamente. Agora, chega ao Brasil oriundo da Itália. O que vemos é a mesma situação ocorrida na Itália, o governo e a mídia tenta abafar a gravidade da doença, temendo acontecer pânico, isolamento, quarentena e em consequência, prejuízo financeiro para o país.

Tivemos o primeiro paciente com coronavírus no Brasil em fevereiro desse ano, na verdade era apenas suspeita, mas em pouco tempo se tornou caso comprovado. Hoje já são setenta e nove casos confirmados. Diante desse quadro dar para perceber que o coronavírus é transmitido com muita facilidade, talvez não apenas por espirros no ar, ou por toque pessoal. Na verdade, COMO NÃO SE SABE EXATAMENTE COMO ELE SE TRANSMITE, PODEMOS DEDUZIR QUE ESTAMOS SUJEITOS A CONTRAIR ESSE VÍRUS MESMO TOMANDO AS MEDIDAS DE SEGURANÇA CONHECIDAS, JÁ QUE NESSE CASO, O VÍRUS SE MANTÉM ATUANTE EM QUALQUER LUGAR OU EM QUALQUER OBJETO TOCADO POR ALGUÉM QUE ESTEJA CONTAGIADO.

Imagine um VÍRUS PERMANECENDO ATIVO, POR TEMPO INDETERMINADO, EM QUALQUER LOCAL, E A POPULAÇÃO SENDO CONTAMINADA APENAS POR PASSAR A MÃO NESSA ÁREA. Isso poderia significar uma ameaça devastadora contagiando dezenas de pessoas por minutos de forma exponencial. Isso talvez seja a resposta desse alarmante contágio jamais visto no planeta, a explicação dessa proliferação rápida e fatal intercontinental.

Com certeza não se trata de uma doença similar a gripe, o governo deveria dar mais valor a vida humana e não apenas pensar na questão financeira, quem faz o país é a nação. É preciso medidas duras e urgentes no sentido de reduzir ou até parar a multiplicação dessa doença. Isso implica em isolamento, quarentena para os contagiados, construção de hospital exclusivo para o tratamento dos pacientes contaminados, obrigação de transitar com acessórios de proteção, e cancelamento total e temporários de viagens ao exterior seja de saída ou entrada.

Eu acredito que o coronavírus no Brasil poderá ser devastador. Como se sabe o Brasil é frouxo em questão de disciplina e o povo brasileiro debochado por natureza, leva tudo na brincadeira, são rebeldes e dificilmente acatam condutas de campanhas oriundas do governo. Hipoteticamente, continuariam a curtir suas noitadas, bailes, barzinhos, etc. Existiria ainda o fato do Brasil ser um país predominantemente religioso, cujo fiéis continuariam frequentando suas respectivas igrejas e eventos, ou até evitando medidas de segurança, em função de sua fé.  

Vamos torcer para que algum cientista brilhante em qualquer parte do mundo, consiga descobrir em tempo recorde, uma vacina eficaz para evitar o vírus e um medicamento para curar os infectados. Enquanto isso não acontece vamos levar a coisa a sério, evitando aglomeração, grupos, contato com desconhecido, abraços, beijos, aperto de mãos, etc.

O coronavírus não é similar a gripe é grave, letal e mata mesmo!