VIVER EM UM PAÍS DE FORMA ILEGAL, OU SEJA, SEM VISTO, PODE DAR CADEIA, MULTA ALTÍSSIMA E MUITA DOR DE CABEÇA.


Veja por exemplo, o que acontece com imigrantes ilegais nos Estados Unidos, Reino Unido, Itália e Irlanda

ESTADOS UNIDOS

Nos Estados Unidos o imigrante sem permissão para residir ou trabalhar não pode abrir uma conta bancária, nem tirar carteira de motorista em alguns dos estados além de encontrar dificuldades para alugar um apartamento e usar outros serviços. O pior de tudo é que se consegue emprego, pode ficar à mercê de receber ou não do empregador, que muitas vezes atrasa ou nem paga. E algo novo está ocorrendo: o departamento de imigração se chama ICE – Immigrant Customs Enforcement, portanto, a polícia não tem a função de atuar como agente ICE. Entretanto, devido ao crescente número de pessoas atravessando as fronteiras do Arizona e Texas, a polícia começou a se mobilizar. No Texas há muitos casos de imigrantes sem autorização para residir ou trabalhar que têm sido presos por policiais civis e, posteriormente, entregues à imigração. 

REINO UNIDO

Morar indocumentado em Londres ou qualquer outro lugar no Reino Unido está se tornando mais complicado e inviável. Por quê? O governo aplica multas cada vez mais altas para quem tiver algum empregado sem visto para morar no país legalmente. Denúncias anônimas, infelizmente, são muito comuns; muita gente acaba sendo descoberta dessa maneira e, consequentemente, deportada. Landlords, os famosos proprietários de casas para alugar, também estão na mira do Home Office, órgão do governo que lida com a imigração. Portanto, na hora de alugar um apartamento/casa, a primeira pergunta é: tem passaporte europeu? Se a resposta for não, você terá que mostrar o seu visto carimbado no passaporte brasileiro. Se não puder provar, nada feito. GPs, ou médicos de família não podem mais aceitar nenhuma pessoa sem comprovação de visto no passaporte, quando esse não for europeu/parte da EU para se registrar na clínica. Crianças não podem ser matriculadas nas escolas sem os devidos documentos na hora da inscrição e isso conta, claro, com o passaporte e certidão de nascimento. Nos últimos anos a Casa do Brasil em Londres, em parceria com o Home Office, tem oferecido o serviço de retorno voluntário para que aqueles que tenham tentado, sem sucesso, morar no país sem documentos e desejam voltar para casa com dignidade. É muito arriscado largar tudo que se tem, vendendo imóvel e carro, como muitos fazem, para apostar numa vida no exterior sem ter no mínimo um visto para morar legalmente. A decepção de ver o sonho se transformar em triste realidade por falta de oportunidades devido a não ter permissão de residência é um drama que muitos enfrentam. Pense e se programe: tenho como tirar um passaporte europeu através de família? Se sim, vale o investimento. Tenho como pagar um curso de inglês e me manter enquanto estiver estudando? Se sim, outra oportunidade. Mas se não, planeje até o dia em que tiver condições de entrar pela porta da frente e ficar despreocupado com documentação.

ITÁLIA

De acordo com o Consulado Geral da Itália no Brasil “os cidadãos brasileiros são isentos de visto de ingresso na Itália para viagens a turismo, negócios, competição esportiva, convite, missão e estudo, desde que a estadia não supere os 90 dias.” Contudo, é muito importante entender que passados 90 dias, é obrigatório ter um visto. Ultrapassando esse período, sem a sua devida regularização, a pessoa passa à condição de clandestinidade, o que desde 2009 é considerado crime pela lei italiana. Isso significa que, além de ser denunciada às autoridades de repatriamento para que seja deportada ao seu país de origem, a pessoa responderá a um processo em que seu crime será julgado perante a lei, como também estará passível a uma multa que varia entre cinco e dez mil euros. O indocumentado poderá ainda ser enviado para uma prisão até a sua efetiva expulsão. E após receber a carta de expulsão o clandestino não só fica impedido de retornar a Itália, como também fica proibido de entrar em qualquer outro país membro do espaço Schengen por um período de 10 anos! Aos que ainda ousarem permanecer no país, depois de terem recebido a notificação de expulsão, serão contempladas outras medidas como uma pena que vai de seis meses e um ano de cadeia. Por fim, mais duas observações importantes: 1) a obrigatoriedade de denunciar o imigrante indocumentado que se encontra em território italiano é estabelecido por norma, só os médicos e os diretores de centros educativos que atendam estes imigrantes são isentos de tal obrigação. Ou seja: achar uma moradia e um emprego é ainda mais difícil quando se está irregular – visto que os próprios cidadãos italianos podem sofrer multas e sanções penais ao acobertar um indocumentado; 2) o Consulado Geral do Brasil na Itália só pode proteger os interesses de cidadãos brasileirosdesde que estejam de acordo com a legislação brasileira e com as leis locais. 

Irlanda

Foi brasileira a nacionalidade que teve o maior número de pessoas deportadas ou com entrada recusada na Irlanda em 2015. De um modo geral, o índice de deportações forçadas também voltou a crescer no país, sendo que no primeiro semestre de 2016 já foram enviadas de volta para os seus países mais pessoas do que durante todo o ano de 2015. Mais de 2 mil pessoas tiveram sua entrada na Irlanda recusada ainda no aeroporto e foram embarcadas de volta para casa, de lá mesmo, por não conseguirem provar que contavam com os recursos e documentação necessária para entrar no país de acordo com o visto requerido: turista, estudante, trabalho, etc. O maior problema dos indocumentados no país é conseguir trabalho e moradia.

suécia um exemplo para o mundo

A Suécia é um país europeu localizado ao norte do continente e cortado pelo Círculo Polar Ártico. Limita-se ao sul com o Mar Báltico; a oeste, com o Estreito de Kattegat; a leste, com a Finlândia; e ao norte e a oeste, com a Noruega. Mesmo localizado no Círculo Polar Ártico, o clima predominante é o temperado. No país existem árvores do tipo prolíficas, além de pinheiros e videiros. Nas montanhas localizadas no norte, o clima é o subártico. Em geral, a topografia do território sueco é plana, o pico mais elevado é o monte Kebnekaise, com 2.117 metros de altitude.

A Suécia ocupa um lugar de destaque entre as economias européias. O principal setor econômico do país é o de serviços, especialmente de telecomunicações e tecnologias de informação. A população é constituída por suecos, finlandeses e lapões. A língua mais falada é o sueco, mas o país não tem um idioma oficial. No país são faladas outras línguas, além do sueco, como: sami, finlandesa, iídiche, romani e o meankieli.

A Suécia é um país pacífico, de boa economia, tem baixos níveis de corrupção política e um elevado índice de desenvolvimento humano!  É realmente um exemplo para o resto do mundo! Todas as crianças de 1 a 5 anos têm lugar garantido nas creches públicas gratuitas; os cidadãos têm acesso a educação e saúde de alto padrão.  A imagem consagrada da Suécia é de um modelo de harmonia e justiça social.  Preparar-se para a Suécia pode incluir a compreensão de algumas normas sociais que são distintamente suecas – algumas bastante básicas, outras mais sutis. Quando você é convidado para um sueco, é melhor você chegar na hora e tirar os sapatos …

Veja alguns costumes dos Suecos que vale a pena conhecer.

OS SUECOS AMAM SEU CAFÉ

Poucas pessoas bebem mais café do que os suecos. Na Suécia, o consumo de café é fomentado por meio de uma tradição chamada fika  – na qual amigos, familiares ou colegas se reúnem para tomar café ou chá, geralmente com algo doce ao lado. A maioria dos suecos vai desfrutar de pelo menos um fika por dia como uma oportunidade para se relacionar. O sueco médio consome cerca de 7,3 quilos de café por ano, com a média da UE em torno de 4,8 quilos per capita, de acordo com estatísticas da  Organização Internacional do Café .

ENTRE NA FILA TUDO SOB CONTROLE

Do escritório de farmácia e impostos ao balcão de carnes da sua mercearia local, você será forçado a exercitar a paciência enquanto espera para ser atendido em uma fila numerada. Muitas empresas têm um sistema de emissão de bilhetes – geralmente uma pequena máquina difícil de encontrar pendurada em uma parede que dispensa notas numéricas. Depois de pegar o seu ingresso, você terá que esperar até que seu número apareça em uma tela antes de poder prosseguir para o balcão.

FALANDO SUECO AJUDA (NÃO, REALMENTE?)

As chances são que você pode viver aqui por anos sem aprender um pouco de sueco. Os suecos são amplamente classificados como o número dois do mundo em inglês como segunda língua. Portanto, você pode levar mais tempo para aprender sueco, e o Catch-22 é que a fluência na linguagem é crucial para a integração total. Inscrever-se no SFI (sueco para imigrantes) pode ser um passo na direção certa. Aprender sueco pode ser um desafio, mas vale o esforço. Os cursos SFI são oferecidos através do programa de educação continuada de adultos de cada município ( kommunal vuxenutbildning  ou  komvux ), portanto, você precisará entrar em contato com o município local. 

VOCÊ É OBRIGADO A TENTAR GELÉIA DE LINGONBERRY…

Na Suécia, o doce de mirtilo é amplamente utilizado para acompanhar uma variedade de pratos, desde almôndegas e panquecas a mingau e morcela ( blodpudding ). Mas, note, geléia de mirtilo raramente é usada no pão, apesar de sua doçura e você vai espremer comida fora dos tubos. Para prepará-lo para sua primeira visita à seção de alimentos frios de uma mercearia, entenda que, na Suécia, os tubos também são usados ​​para embalar alimentos como caviar, maionese, mostarda e outros condimentos semelhantes. Em algum momento, você provavelmente vai espremer um pouco de caviar de um tubo em metade de um ovo cozido no café da manhã .

VOCÊ VERÁ PAIS EMPURRANDO CARRINHOS DE BEBÊ

Quando se trata de igualdade entre os sexos, a Suécia é um dos líderes, e os homens definitivamente exercem seu próprio peso em ficar em casa e criar filhos pequenos. Na Suécia, os casais têm direito a 480 dias de licença parental remunerada, e esse tempo pode ser compartilhado entre os pais.

OS SUECOS ADORAM ATIVIDADE EM GRUPO AO AR LIVRE

Ok, talvez não todos eles. Mas muitos. Na Suécia, durante todo o ano há pelo menos uma atividade que pode ser aproveitada com Sol ou mesmo com chuva ou nevasca de inverno. E o governo tornou fácil apreciar a natureza da Suécia dando às pessoas o direito de acesso público,  Allemansrätten .

O DIREITO DE ACESSO PÚBLICO

Allemansrätten – o direito de acesso público – dá a todos o direito de desfrutar do ar livre da Suécia. Permite ao público circular livremente, mesmo em terrenos privados, acampar durante a noite e colher cogumelos e bagas. O direito também traz responsabilidades – tratar a flora e a fauna e a propriedade de outras pessoas com cuidado. Pode ser resumido na frase “não perturbe, não destrua”. O direito de acesso público está escrito na constituição sueca. Mas não é uma lei como tal, mas um costume ou parte da herança cultural que evoluiu e se tornou aceita ao longo dos anos.

MUITAS EMPRESAS FECHARAM EM JULHO

Não é incomum encontrar restaurantes e lojas fechadas por um mês inteiro na Suécia, mas não se preocupe não se trata de crise financeira,  pelo contrário, geralmente em julho empresas fecham enquanto os funcionários levam suas quatro a seis semanas de férias.

LAGOM

Existe um código de conduta social na Suécia que realmente não tem tradução direta. Traduzida livremente, a palavra  lagom  significa “apenas o suficiente”, “com moderação”, “apropriado” e outros sinônimos que você pode extrair do dicionário. Quando usado em referência ao comportamento social, significa misturar-se apropriadamente sem demonstrações extremas de emoção, ou seja, nada de escândalos, falta de respeito, palavrões e descontrole emocionais nas ruas.

 .

 MELODIFESTIVALEN – NÃO TÃO LAGOM

Melodifestivalen  – o evento nacional através do qual o representante da Suécia no Eurovision Song Contest é decidido – reúne grandes partes da população. Realizada todo mês de fevereiro a março, é uma distração particularmente bem-vinda em noites de inverno longas e escuras. Em maio, o Eurovision Song Contest é tão popular – embora alguns suecos prefiram os campeonatos mundiais de hóquei no gelo, que geralmente coincidem com o evento internacional de música.

LOCALIZE O SEU IKEA MAIS PRÓXIMO

Há muito poucas lojas na Suécia onde você pode comprar móveis e alimentos a preços acessíveis ao mesmo tempo, então definitivamente vale a pena localizar sua IKEA mais próxima. Muitas lojas da IKEA oferecem serviços de ônibus gratuitos de locais centrais para a loja e vice-versa.

 TIRE SEUS SAPATOS!

Você notará rapidamente que os sapatos são retirados ao entrar em residências particulares na Suécia. Alguns explicam isso com o simples fato de que os suecos passam muito tempo ao ar livre durante o inverno e tendem a se arrastar na terra. Outros dizem que é um sinal de respeito pela casa. De qualquer maneira, você pode querer pensar duas vezes antes de usar botas cheias de cadarços ao visitar pessoas.

OS INVERNOS SÃO FRIOS E ESCUROS

Não é segredo que a localização geográfica da Suécia a torna propensa a invernos frios e escuros. No auge do inverno em algumas partes do norte do país, acima do Círculo Ártico, você pode receber apenas três horas de sol por dia, portanto, os invernos podem ser difíceis, mas você será recompensado durante o verão. Longas horas de luz do dia e temperaturas moderadamente quentes fazem da Suécia um dos lugares mais bonitos de maio a agosto.

SEJA PONTUAL

É de conhecimento geral aqui na Suécia o “tempo” deve ser respeitado em todos os momentos – independentemente de você estar indo para uma entrevista ou um fika amigável. As reuniões começarão no horário com ou sem você. O trem sai na hora certa com ou sem você. Os suecos valorizam a pontualidade.

MANTER O SACO DE PLÁSTICO

Pense duas vezes antes de jogar fora o saco de plástico. A maioria dos supermercados suecos cobra por sacos de plástico ou papel, em um esforço para manter o lixo baixo e incentivar a reciclagem. Os suecos gostam de mantê-lo sustentável. A reciclagem é uma segunda natureza para a maioria dos suecos.

DIAS ESPECIAIS COMEMORANDO A COMIDA

Claro, os suecos celebram o Natal, a Páscoa, o Solstício de Verão e a Véspera de Walpurgis. Mas quase tão importantes são os dias de comemoração: terça-feira gorda ( Fettisdagen ), que na Suécia pede uma semla ; Waffle Day ( Våffeldagen ) em 25 de março; e Dia do Pão de Canela ( Kanelbullens dag ) em 4 de outubro. Sinta-se livre para devorar a comida durante todo o dia sem culpa.

 É SEGURO BEBER A ÁGUA

Beber direto da torneira é a norma na Suécia. A água é limpa e fresca, então você pode economizar dinheiro e meio ambiente, não comprando água engarrafada.

 NEGÓCIOS CASUAL SIGNIFICA JEANS

A moda cotidiana geral na Suécia é simples, descontraída e casual. Esse mesmo conceito se infiltrou perfeitamente em configurações de negócios mais formais. A menos que seu colega esteja se encontrando com clientes estrangeiros ou participando de uma reunião do conselho de altas apostas, é provável que eles estejam vestindo jeans e uma camisa de mangas compridas.

NEM TODA EDUCAÇÃO E SAÚDE É GRATUITA

Enquanto o sistema de saúde sueco é em grande parte financiado pelo contribuinte, não é totalmente gratuito. Para consultas médicas de rotina, o valor máximo que você pode ter que pagar do próprio bolso por um ano inteiro é de 1.100 coroas suecas.

Universidades na Suécia são livres para os cidadãos da UE / EEE ou Suíça. Desde 2011, estudantes de outros países são cobrados por estudar em universidades suecas. As universidades estabelecem seus próprios honorários, que variam entre 80.000 e 140.000 coroas suecas por ano letivo.